Rádio 7 Online
Derrota vergonhosa

Grêmio abre 3 a 0 e protagoniza fiasco ao perder por 5 a 4 para o Fluminense

Tricolor desabou após sofrer segundo gol em erro de Julio César e acabou dominado na Arena

06/05/2019 08h21
Por: Josoel Silvestre
Fonte: Correio do Povo
Tricolor embalou no começo e desmanchou no segundo tempo | Foto: Ricardo Giusti
Tricolor embalou no começo e desmanchou no segundo tempo | Foto: Ricardo Giusti

O Grêmio sonhou com uma goleada brilhante e acabou num pesadelo completo, neste domingo na Arena. O Tricolor abriu 3 a 0 na primeira etapa, mas viu um erro medonho do goleiro Julio César inverter toda a história da partida. O Fluminense acordou e buscou duas vezes a virada para vencer por 5 a 4, num fiasco dos comandados de Renato Portaluppi.

Com o resultado, os gremistas somam apenas um ponto de nove disputados e ocupam o 18º lugar na zona do rebaixamento. O Fluminense tenta espantar a crise e chega aos três pontos. Agora, o pensamento é todo na quarta-feira, quando decide a vida na Libertadores contra o Universidad Católica.

O Tricolor lembrou seus melhores momentos nos primeiros 25 minutos da partida. Patrolou o Fluminense e construiu o placar rapidamente, com todos os indícios de goleada. Três gols saíram rapidamente, todos em grandes jogadas, com eficiência no passe.

Logo aos cinco, Cortez foi lançado na esquerda, superou dois marcadores e cruzou rasteiro para trás. André entrou de carrinho na bola e enfiou para o fundo das redes. Logo em seguida, aos 12, Léo Moura lançou Alisson, que cruzou na área e encontrou Everton. O Cebolinha desviou de casquinha e encobriu Rodolfo para fazer 2 a 0. Virou goleada aos 21 minutos. Jean Pyerre fez grande jogada, puxou a tabela com André, que devolveu na cara do gol. O meia chutou forte, no capricho e definiu o 3 a 0.

Erro fatal

Os gremistas passaram a um ritmo de administração, mas perderam o controle da partida numa sequência de erros. Aos 38, Yoni Gonzalez desviou chute fraco de Luciano para o fundo das redes. Aos 40, Julio César falhou de maneira imperdoável. Tentou driblar Luciano na bola recuada e foi desarmado. O atacante apenas cutucou para as redes, sem goleiro, e reduziu para 3 a 2, com muita tensão na segunda etapa.

Fluminense domina e vira o jogo

A bola rolou e a tensão virou um pesadelo completo na Arena. Apenas o Fluminense jogou desde a arrancada do tempo final. Numa sequência de falhas do Tricolor, Julio César salvou em três defesas incríveis. Voou no ângulo direito para impedir um golaço de Bruno Silva. Depois, salvou num reflexo um cabeceio de Nino dentro da pequena área. Por fim, Matheus Ferraz cabeou forte e o goleiro deu um tapinha para mandar a bola sobre o travessão.

Só que o Tricolor estava nocauteado e o empate era questão de tempo. Aos 9, Luciano cabeceou forte no cruzamento e Julio César salvou. Só que a bola sobrou para Matheus Ferraz, que fulminou para as redes, sem goleiro.

Renato trocou Jean Pyerre e Alisson por Luan e Marinho, mas o time não deu qualquer resposta. Os visitantes mandavam na Arena e buscaram a virada num pênalti infantil de Kannemann. O zagueirão abraçou Matheus Ferraz, que vinha ganhando todas por cima, e a penalidade foi anotada. Protagonista do horror gremista, Julio César pulou antes do chute de Pedro, que tocou no canto oposto e anotou o 4 a 3.

O Tricolor foi para o tudo ou nada, com Vizeu no lugar de Maicon. Aos 38, todo o time dentro da área e Kannemann subiu patrolando tudo. Alcançou a bola e fez o gol de empate, em 4 a 4. Os gremistas acordaram e foram com tudo. Luan chutou colocado, na assistência de Marinho, e Rodolfo fez grande defesa. Cortez cruzou para André, que furou o voleio. Aí, o Fluminense teve uma falta na intermediária e a bola foi chuveirada lá de longe. Kannemann afastou no pé de Yoni Gonzalez, que chutou atrapalhado. A bola desviou em Léo Moura e tirou qualquer chance para defesa de Julio César. Vitória merecida para os visitantes, desastre tricolor no 5 a 4.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.