Rádio 7 Online

Inter cede empate para o River Plate nos acréscimos

Sobis marcou dois gols, mas Pratto aproveitou falha de Lomba e deixou tudo igual aos 48 minutos do segundo tempo

08/05/2019 09h19
Por: Josoel Silvestre
Fonte: Correio do Povo
Sobis marcou dois gols, mas o River buscou o empate aos 48 minutos do segundo tempo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação
Sobis marcou dois gols, mas o River buscou o empate aos 48 minutos do segundo tempo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Inter vencia o atual campeão da América até os 48 do segundo tempo dentro do Monumental de Núñez, o que estava possibilitando o Colorado a ter a chance de encerrar a fase de grupos da Libertadores com a melhor campanha. Porém, numa falha de Marcelo Lomba, o que é raro, Lucas Pratto impediu a derrota dos donos da casa. Com o empate, o time de Odair Hellmann terminou com 14 pontos e garantiu uma das quatro melhores campanhas. Rafael Sobis, duas vezes, marcou para o Inter. Álvarez e Lucas Pratto anotaram os gols da equipe argentina na noite desta terça.

O jogo começou com ambos os times procurando a meta do adversário, mas, rapidamente, o River assumiu o domínio da posse da bola e o Inter passou a aguardar em seu campo para contra-atacar em velocidade. Aos 28 minutos, Nico López recebeu passe de Lindoso, entre dois zagueiros, cortou para o interior da meia lua e chutou. Armani fez a defesa em dois tempos. No lance seguinte, Pratto recebeu na área e chutou. Lomba fez a defesa, mas deu rebote. A bola foi atravessada pelo atacante para o lado esquerdo da área, onde Álvarez cabeceou. Moledo, em cima da linha, afastou o perigo.

Aos 34, Álvarez, em posição de impedimento, recebeu passe, avançou sozinho área adentro e encobriu o goleiro Lomba, que saía da meta, e abriu o placar. Dez minutos depois, Lindoso roubou a bola no meio de campo, viu Sobis sozinho e fez excelente passe. Da intermediária, o atacante bateu forte, a bola fez uma curva e entrou no canto inferior esquerdo de Armani, marcando um belo gol no Monumental de Núñez.

O River voltou pressionando o Inter, que, rapidamente, igualou as ações ofensivas e passou a atacar o adversário. Aos oito, Iago cruzou da esquerda de ataque para Nico, que pegou de primeira, a bola desviou em um marcador e passou próximo ao travessão de Armani. Cinco minutos depois, Nico López cobrou falta da direita de ataque, Rodrigo Moledo foi agarrado por Lollo dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Sobis cobrou no canto inferior direito de Armani, que saltou, mas não alcançou a bola.

Aos 19, Nico lançou Sobis no interior da área, o atacante fez a parede e passou para Nonato. O meia chutou, mas a bola desviou em um marcador e passou rente ao travessão de Armani. Na parte final, o River passou a dominar a posse de bola e pressionar, mas sem conseguir furar o bloqueio defensivo do Inter. Aos 38, D’Alessandro foi chamado por Odair Hellmann e recebeu muitos aplausos dos torcedores do clube argentino onde surgiu para o futebol. Um minuto depois, Parede recebeu na esquerda, puxou para dentro e chutou, com a bola passando perto da meta de Armani.

Entretanto, o River empatou em falha de Marcelo Lomba aos 48 minutos do segundo tempo. Após a bola ser levantada para a área, ela quicou na frente do goleiro do Inter e ele perdeu o tempo da bola. Lomba chegou a espalmar para o lado esquerdo, onde Pratto estava esperando para chutar e empatar. Pela Libertadores, o Colorado espera sair o sorteio das oitavas de final, marcado para a próxima segunda-feira, para descobrir o adversário. A única certeza é de que o Inter irá decidir a vaga no Beira-Rio. Até lá, o time foca no Brasileirão, onde a equipe tem 3 pontos. O Inter recebe o Cruzeiro, domingo, dia 12, às 16h, no Beira-Rio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.