Rádio 7 Online

Polícia Civil prende sete, apreende armas, carga e veículos roubados

14/06/2019 15h17
Por: Ryan Silvestre
Fonte: Polícia Civil
Foto: Polícia Civil
Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas (DRFC), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), sob coordenação do Delegado de Polícia substituto Marcus Viafore, no final da manhã desta quinta-feira (13.6.2019), prendeu se indivíduos em Porto Alegre, cinco em flagrante e dois por mandado de prisão, apreendendo carga roubada, armas de fogo de numeração raspada, munição, dois veículos sendo um deles clonado e com ocorrência de roubo.

Após receberem informações de sítio onde haveria armazenamento de carga roubada, na Rua Adão Correa, Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre, os policiais foram até as proximidades do local e lá fizeram vigilância a fim de observarem a entrada de veículos suspeitos. Ainda, durante a diligência, tomaram conhecimento que houve um roubo de carga de cigarros no Bairro Santa Tereza, na Rua Orfanatrófio. Por volta das 11 horas, após se aproximar um automóvel Fiat/Doblô, do qual já se tinha notícia deste ter suas placas clonadas, os policiais fizeram a abordagem.

Os agentes verificaram que havia uma mulher dirigindo e, com ela havia uma carga de cigarros e energéticos, os quais, verificou-se após, foram roubados por volta das 9h30min, no local antes informado. Junto com tal veículo, havia outro, um Hyundai/HB20, no qual foram encontrados dois suspeitos com um revólver calibre 38, raspado.

Da mesma forma, no sítio, havia um homem e uma mulher que seriam responsáveis por armazenar a carga roubada, estando conluiados com os outros suspeitos. Por fim, na casa de um dos criminosos, foi encontrado outro revólver calibre 38 com numeração raspada.
Ainda, foi ouvida a vítima do crime de roubo, a qual narrou que teve a carga que estava em seu veículo roubada, na Rua Orfanatrófio. A vítima acabou por reconhecer um dos assaltantes como autor do crime.

Além disso, foram presos outros dois comparsas do grupo criminoso contra os quais já havia mandados de prisão preventiva em razão de crimes semelhantes ao combatido.
O grupo já era investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos de Carga do DEIC, em outros 10 inquéritos policiais. Após os procedimentos de praxe, os presos foram encaminhados ao sistema prisional.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.