RD Online
Lava Car do Éder
Marcos Higienização e serviços em geral
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
Anúncio Rádio RD Online
Macali Brasil
Gugui Confecções
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
CASA DOS LANCHES
UNOPAR VESTIBULAR
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Zany Decorações e Presentes
Banner Site
Lavacar e Borracharia do Juarez
Via Tec telecom
POLO UNOPAR REDENTORA
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA

Técnico de manutenção tem 70% do corpo queimado após cair dentro de uma caldeira em Santa Maria

Segundo o Husm, a água do reservatório estava em 64ºC.

12/07/2019 15h00
Por: Ryan Silvestre
Fonte: G1 RS
Área das caldeiras chegou a ser interditada, mas PF autorizou liberação pela manhã — Foto: Juliano Castro/RBS TV
Área das caldeiras chegou a ser interditada, mas PF autorizou liberação pela manhã — Foto: Juliano Castro/RBS TV

Um técnico de manutenção de caldeiras teve 70% do corpo queimado após cair dentro de um reservatório de água quente em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul. O acidente de trabalho aconteceu no fim da tarde de quinta-feira (11).

De acordo com testemunhas, o homem, de 51 anos, caminhava de costas enquanto fazia a manutenção na área de caldeiras no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) quando acabou caindo. Segundo o Husm, a água do reservatório estava em 64ºC.

O funcionário, que era terceirizado, está internado na UTI do hospital, e o quadro de saúde dele é estável, segundo a instituição. Na manhã desta sexta-feira (12), o Husm pediu a transferência do paciente para um hospital de Porto Alegre especializado no atendimento a queimados. Agora, aguarda a liberação de um leito na Capital.

Após o acidente, a área das caldeiras foi interditada pelo Husm. Nesta sexta-feira, a direção do hospital foi à Polícia Federal, que autorizou a reabertura do local, já que a instituição depende da caldeira para lavar roupas e esterilizar equipamentos usados em procedimentos cirúrgicos.

O que dizem o Husm e a Equiterme

O Husm afirma que está tomando as providências necessárias e que vai apurar a situação para entender o que aconteceu.

A Equiterme, empresa para a qual o homem trabalha, diz que se surpreendeu com o ocorrido. Informa que mandou uma equipe de apoio para Santa Maria e que levou familiares do homem para a cidade nesta sexta pela manhã. A empresa afirma ainda que também está apurando o caso e dando todo o suporte à família.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.