RD Online

WhatsApp

55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413

JP Celulares Redentora
Anúncio Rádio RD Online
Macali Brasil
Lavacar e Borracharia do Juarez
POLO UNOPAR REDENTORA
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Marina Móveis Redentora
Via Tec telecom
Nacional Gás Redentora
Raynet Telecomunicações
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
METALÚRGICA PORTELA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Banner Site
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
UNOPAR VESTIBULAR
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Gugui Confecções
ZANY DECORAÇÕES
Cervejaria da Praça
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
Marcos Higienização e serviços em geral
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO

Polícia Civil prende homem e fecha laboratório de drogas sintéticas em Gravataí

14/08/2019 15h39
Por: Ryan Silvestre
Fonte: Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil

A Polícia Civil desmantelou um laboratório de drogas sintéticas na madrugada desta quarta-feira (14) na região metropolitana. Na ação, realizada pela 3ª Delegacia de Polícia de Canoas, um homem de 29 anos foi preso em flagrante e mais de 1800 comprimidos de ecstasy, prontos para o consumo, foram apreendidos. O laboratório funcionava na zona rural de Gravataí.

Conforme o delegado Pablo Queiroz, a droga seria distribuída em Canoas e região metropolitana. "Após um mês de investigações, os policiais civis encerraram com as atividades de uma verdadeira linha de produção de drogas sintéticas. O laboratório foi identificado em uma propriedade rural de Gravataí, a qual funcionava como uma fábrica de ecstasy", relatou Queiroz. Diversos materiais, como Metilenodioximetanfetamina/MD (princípio ativo do ecstasy), substâncias para misturar a droga, conhecidas como insumos, corantes para as droga, uma prensa, moldes/formas com figuras diversas para produção dos comprimidos e um veículo de luxo foram apreendidos na ação.

  • Polícia Civil prende homem e fecha laboratório de drogas sintéticas em Gravataí
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.