RD Online

WhatsApp

55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413

JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Via Tec telecom
FESTA DO PORCO NO ROLETE
BAILE ANIVERSÁRIO FALEIRO 2
AGENDA DE EVENTOS VIGNE E OLIVEIRA
CASA DOS LANCHES
Banner Site
Macali Brasil
Gugui Confecções
Duro de morrer

Morto ‘aperta mão’ da esposa no caixão e familiares interrompem velório

Além disso, outras testemunhas relataram que o corpo chegou a transpirar e estava se mexendo

17/08/2019 18h33
Por: Josoel Silvestre
Fonte: O Dia
Foto meramente ilustrativa
Foto meramente ilustrativa

Durante o velório de um homem identificado como Raimundo Bezerra de Sousa, de 61 anos, a mulher do falecido tomou um susto depois de ter sentido que a mão dele apertada a dela, na última sexta-feira (16), em São Luís do Curu (CE). Além disso, outras testemunhas relataram que o corpo chegou a transpirar e estava se mexendo no caixão.

O homem passou mal na cadeia de Trairi, onde estava preso e, depois internado no hospital de Itapipoca (CE), acabou falecendo às 22h de quinta-feira passada (15). O corpo foi transportado para São Luís do Curu e chegou para o velório ao redor das 8h30 do dia seguinte.

Por ter percebido que o corpo ainda apresentava sinais vitais, a família do homem entrou em contato com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas os profissionais que examinaram o corpo acabaram constatando que ele estava mesmo sem vida.

Mas os familiares ainda não estavam convencidos de que o homem havia, de fato, falecido. Então, decidiram levar o corpo para o Hospital Municipal Antônio Ribeiro da Silva, em São Luis do Curu. Entretanto, mais uma vez foi concluído que Raimundo Bezerra estava morto depois de mais exames. Finalmente, por volta das 18h de sexta-feira (16), o corpo foi sepultado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.