RD Online
AGENDA DE EVENTOS VIGNE E OLIVEIRA
Gugui Confecções
FESTA DO PORCO NO ROLETE
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Macali Brasil
Banner Site
BAILE ANIVERSÁRIO FALEIRO 2
Via Tec telecom

Irreconhecível, Grêmio perde pro Athlético Paranaense e diz adeus a Copa do Brasil

Jogo foi decidido nas penalidades máximas e Pepê desperdiçou a última cobrança

05/09/2019 07h58Atualizado há 2 semanas
Por: Josoel Silvestre
Fonte: RD Foco
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

Irreconhecível. Essa é a palavra que definiu o Grêmio na noite de ontem. Depois de vencer o Athletico-PR por 2 a 0 no jogo de ida da Copa do Brasil, na Arena, o time gaúcho fez uma péssima  partida e acabou superado pelo Furacão, na noite desta quarta-feira. Na Arena da Baixada, em Curitiba, a equipe gremista sofreu perdeu por 2x0 no tempo regulamentar e, devido ao placar agregado das duas partidas, a vaga do finalista foi decidida nas penalidades, onde a equipe paranaense venceu por 5x4.

O jogo começou movimentado, com os donos da casa buscando o campo de ataque, pressionando e criando boas oportunidades. Mas o Grêmio em uma sequência de escanteios levou perigo à meta paranaense. Em uma delas, Alisson colocou na área, Geromel desviou de cabeça e a bola tocou no braço de Wellington, mas depois de avaliação no VAR, nada foi assinalado. O Athletico respondeu aos 9’, com Rony, que cobrou um escanteio fechado, mandando direto a meta defendida por Paulo Victor. A bola passou por cima e saiu a linha de fundo.

Aos 14 minutos, o técnico Renato Portaluppi foi obrigado a fazer sua primeira alteração na equipe - em dividida com Rony, Leonardo Gomes sofreu uma torção no joelho e teve que ser substituído por Galhardo.

Enquanto se realizava fora de campo o atendimento ao lateral e se processava a substituição, o Athletico se aproveitou da ausência de um jogador gremista e, com um homem a mais, conseguiu tramar uma boa jogada e chegar ao gol. Rony avançou pela esquerda e rolou pra  trás, para Bruno Guimarães, que chutou na trave - a bola sobrou para Nikão, que finalizou, abrindo o placar.

Aos 30 minutos o tricolor quase chegou ao empate. A bola foi alçada na área e Alisson subiu e desviou de cabeça para o gol, mas Santos fez a defesa. Na reta final da etapa inicial, aos 40’, Lucas Halter arriscou de longa distância e chutou, mas mandou por cima do gol defendido por Paulo Victor. Bruno Guimarães também tentou de fora da área, mas chutou muito alto. 

No segundo tempo,  o Furacão logo criou e aos 3 minutos chegou ao gol com Marco Ruben. No lance, Rony dominou na esquerda e cruzou para o centroavante se antecipar a zaga e desviar de cabeça, ampliando o marcador. Já aos 10’, Rony chegou pela esquerda, tentando o cruzamento na área, mas houve o desvio em Galhardo e a bola ficou viva na área. Paulo Victor saiu do gol e afastou de soco.

Aos 14’, Kannemann cometeu uma falta duríssima sobre Léo Cittadini evitando o contra-ataque e acabou expulso da partida. Diante da situação, Renato já providenciou sua segunda alteração, tirando André para colocar David Braz. Aos 21 minutos, Alisson levantou a bola na área e David Braz desviou de cabeça para o gol, mas a arbitragem assinalou corretamente o impedimento.

A terceira e última alteração no time gremista foi feita aos 33’, com Jean Pyerre dando lugar a Thaciano.

Com 39 minutos, o Tricolor teve uma falta da extrema direita. Na cobrança, Alisson colocou na área, a zaga afastou e na sobra, a bola chegou a David Braz que finalizou, houve o desvio na zaga e Santos se obrigou a uma grande defesa, impedindo o gol gremista. Nos acréscimos, os donos da casa chegaram pela direita, com um cruzamento de Khellven na cabeça de Marcelo Cirino, que mandou pra fora.

Com o resultado no tempo regulamentar e com o placar agregado de 2 a 2, a partida acabou decidida nos pênaltis.

Na marca penal, do Athletico, todos marcaram: Bruno Guimarães, Lucho, Nikão, Marcelo Cirino e Marco Ruben.

Para o Grêmio, Galhardo, David Braz, Alisson e Matheus Henrique converteram, e a cobrança decisiva ficou sob a responsabilidade do jovem Pepê, que parou no goleiro Santos.

Resultado, Grêmio eliminado e a final gaúcha da Copa do Brasil ficou pelo caminho.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.