RD Online

WhatsApp

55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413

C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Via Tec telecom
Banner Site
Nacional Gás Redentora
Lava Car do Éder
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Marcos Higienização e serviços em geral
Gugui Confecções
METALÚRGICA PORTELA
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
JP Celulares Redentora
Anúncio Rádio RD Online
Lavacar e Borracharia do Juarez
Zany Decorações e Presentes
Macali Brasil
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Raynet Telecomunicações
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
POLO UNOPAR REDENTORA
CENTER MÓVEIS REDENTORA
TELE ENTREGA DE GÁS DO JAIRO
SARAMPO

Com mais quatro casos confirmados de sarampo, RS registra 13 no ano

04/10/2019 17h11Atualizado há 1 mês
Por: Ryan Silvestre
Fonte: G1 RS
 Foto: Reprodução/EPTV
Foto: Reprodução/EPTV

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou mais quatro casos de sarampo no Rio Grande do Sul. Com isso, o estado chega a 13 pacientes diagnosticados com a doença neste ano.

A campanha nacional de vacinação começa na segunda-feira (7).

Dos quatro novos casos, dois foram registrados em Cachoeirinha. Ambos de bebês, de três e de nove meses.

Os outros dois foram em Gravataí, também na Região Metropolitana, onde uma criança de oito meses e em uma adolescente de 18 anos foram diagnosticadas com a doença.

Nenhum dos casos apresentava histórico de viagem para fora do estado.

Os casos anteriores foram confirmados em Porto Alegre (8) e em Dois Irmãos (1).

Casos confirmados por faixa etária:

Menor de um ano: três casos

Entre 15 e 19 anos: quatro casos

Entre 20 e 29 anos: três casos

Entre 30 e 39 anos: dois casos

Maior de 50 anos: um caso

Até agora, foram notificados 381 casos. Destes, 334 foram descartados, o que representa 87,7% do total. Os casos confirmados representam 3,4% do total. Outros 34 (8,9%) estão em investigação.

Campanha inicia nesta segunda

Com mais de 5,5 mil casos de sarampo em três meses no país, o Ministério da Saúde afirmou, nesta sexta, que irá disponibilizar R$ 206 milhões aos estados que cumprirem metas de cobertura da vacina. Além disso, R$ 333 milhões serão repassados para reforçar as equipes locais de profissionais de saúde, e outros R$ 19 milhões serão gastos na veiculação, na TV, internet, cinemas e outras mídias, de um comunicado informando sobre a necessidade de vacinar a população, principalmente os bebês.

Até o dia 25 de outubro, a preferência para vacinação será entre crianças de seis meses a cinco anos. O "Dia D" da campanha acontece no dia 19.

Entre 18 e 30 de novembro, o foco será entre jovens de 20 a 29 anos, e o "Dia D" será em 30 de novembro. As etapas de 2020 terão como público-alvo as crianças de seis a 19 anos e os adultos de 30 a 59 anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.