RD Online
Anúncio Rádio RD Online
Banner Site
Lava Car do Éder
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Destak Cursos Profissionalizantes
METALÚRGICA PORTELA
TELE ENTREGA DE GÁS DO JAIRO
JP Celulares Redentora
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
ZANY DECORAÇÕES
Raynet Telecomunicações
Via Tec telecom
Gugui Confecções
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
POLO UNOPAR REDENTORA
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Nacional Gás Redentora
Macali Brasil
CENTER MÓVEIS REDENTORA
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
Marcos Higienização e serviços em geral
Lavacar e Borracharia do Juarez

Mãe e padrasto matam filho de dois anos só porque ele recusou cachorro-quente

14/10/2019 14h59
Por: Josoel Silvestre
Fonte: VGNotícias
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A mãe Elizabeth Woolheater matou seu próprio filho de dois anos, Anthony Bunn, após ele recusar comer cachorro-quente no café da manhã.

O caso que chocou aos que tomaram conhecimento, aconteceu em Wichita nos EUA, em maio de 2018, mas veio à tona na última sexta-feira, pois a mulher foi julgada e condenada em 19 anos de prisão.

Segundo as informações, o menino apanhou da mãe e do padrasto Lucas Diel, até ficar inconsciente. Enquanto ela batia, o homem faz a criança engolir pedaços da comida por força. O menino chegou a ser levado ao hospital mas não resistiu e morreu dois dias após o fato.

No depoimento, além de confessar o crime,  a mãe contou que o padrasto já havia batido outras vezes no menino, e um dia até encontrou o filho com o rosto sangrando e um dente quebrado. O homem também foi julgado e condenado em 49 anos de prisão.

As autoridades ainda revelaram que o abuso foi denunciado sete meses antes da tragédia acontecer, à Agência Estadual de Bem-Estar Infantil, porém, nada foi feito, o que poderia ter salvado a criança.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.