RD Online
Lavacar e Borracharia do Juarez
Raynet Telecomunicações
ZANY DECORAÇÕES
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Nacional Gás Redentora
Anúncio Rádio RD Online
Destak Cursos Profissionalizantes
JP Celulares Redentora
Lava Car do Éder
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Macali Brasil
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Banner Site
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Marcos Higienização e serviços em geral
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
METALÚRGICA PORTELA
Via Tec telecom
TELE ENTREGA DE GÁS DO JAIRO
Gugui Confecções
POLO UNOPAR REDENTORA

Para evitar que alunos colassem nas provas, escola põe caixas de papelão na cabeça dos estudantes

Após a repercussão negativa, escola se desculpou pelo ocorrido

21/10/2019 14h40
Por: Josoel Silvestre
Fonte: Com informações da CNN
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma escola na Índia se desculpou após a divulgação de fotos de alunos vestindo caixas e placas de papelão cobrindo suas cabeças para evitar trapaças em provas. As informações são da emissora CNN.

A Bhagat College, na cidade indiana de Haveri, implementou um novo sistema de provas na última quarta-feira (16), segundo o diretor da escola. Um membro da equipe fotografou os alunos com caixas de papelão na cabeça, apenas com um furo para olharem o exame. A medida seria para evitar colas na prova.

As imagens foram divulgadas no Facebook e rapidamente viralizaram na internet. Suresh Kumar, ministro da Educação da Índia, declarou que a atitude da escola foi “inaceitável” e que “ninguém tem o direito de tratar os outros como animais”.

Em um comunicado, a escola pediu desculpas pelo incidente e afirmou que não assediou nenhum aluno para colocar as caixas de papelão na cabeça, pois era apenas uma opção. O diretor da escola afirmou à CNN que os adolescentes demoraram no máximo 30 minutos para fazer o exame e que era tudo um experimento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.