RD Online
Raynet Telecomunicações
Macali Brasil
Nacional Gás Redentora
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
CENTER MÓVEIS REDENTORA
METALÚRGICA PORTELA
Lava Car do Éder
Marcos Higienização e serviços em geral
Via Tec telecom
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Lavacar e Borracharia do Juarez
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
POLO UNOPAR REDENTORA
TELE ENTREGA DE GÁS DO JAIRO
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
JP Celulares Redentora
Banner Site
Gugui Confecções
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Zany Decorações e Presentes
Anúncio Rádio RD Online

Aos 106 anos, idoso ganha a primeira festa de aniversário no Paraná

Grupo de amigos de Cruzmaltina, no norte do estado, organizou a festa para Daniel Rufino com a ajuda da comunidade.

07/11/2019 14h26
Por: Josoel Silvestre
Fonte: G1
Festa foi organizada por voluntários — Foto: Douglas Venâncio/Arquivo Pessoal
Festa foi organizada por voluntários — Foto: Douglas Venâncio/Arquivo Pessoal

Aos 106 anos, Daniel Rufino ganhou a primeira festa de aniversário da vida. O idoso, que mora um distrito de em Cruzmaltina, no norte do Paraná, apagou as velinhas após um grupo amigos se reunir e organizar a festa.

“Foi muito bonita, boa demais, gostei demais. Nunca tive uma festa”, disse o idoso centenário.

O engenheiro agrônomo Douglas Venâncio foi o idealizador da comemoração. A ideia surgiu em fevereiro quando ele descobriu a idade de Daniel.

“O Danielzinho é conhecido por toda a comunidade, vive brincando com as crianças e até fevereiro a idade dele era um mistério. Fiquei sabendo que ele faria 106 anos neste ano e que nunca teve uma festa de aniversário. Foi quando surgiu a ideia da festa”, contou o engenheiro agrônomo Douglas Venâncio.

No total, dezoito pessoas se uniram e conseguiram cinco quilos de bolo, 300 pães e salsichas para o cachorro-quente, refrigerantes e doces para as crianças. A festa foi realizada no salão paroquial do distrito na terça-feira (5) e contou com a participação de dezenas de pessoas.

“O Daniel é pequenininho e tem uma saúde de ferro. Brinca muito com as crianças, pula com elas e é conhecido por todos. A festa foi uma homenagem”, diz o paratleta Edevaldo Pereira da Silva.

Daniel trabalhou por muitos anos em uma fazenda do município e quando se aposentou passou a morar em uma casa construída no mesmo terreno de um sobrinho. Nesse imóvel ele mora sozinho até hoje.

Antes de levá-lo para o local da comemoração, Douglas conversou com a sobrinha e com o próprio Daniel sobre a festa.

“Fiquei com medo que pudesse acontecer alguma coisa, então conversei com ele três dias antes da festa. Ele tem uma vitalidade incrível para a idade, mas achei melhor avisar antes”, disse o engenheiro agrônomo.

Um dia depois da festa, o centenário Daniel, que não tem filho e nunca casou, contou o segredo para viver tanto tempo.

“Se souber viver, vive até se acabar”, concluiu Daniel Rufino.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.