RD Online
POLO UNOPAR REDENTORA
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
METALÚRGICA PORTELA
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Marcos Higienização e serviços em geral
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Gugui Confecções
Nacional Gás Redentora
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Lavacar e Borracharia do Juarez
Lava Car do Éder
Anúncio Rádio RD Online
Raynet Telecomunicações
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Banner Site
TELE ENTREGA DE GÁS DO JAIRO
Via Tec telecom
Macali Brasil
Zany Decorações e Presentes
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA

Caminhoneiros parados há um dia no bloqueio da ERS 330 pedem ajuda ao MPF

Bloqueio acontece desde a tarde ontem, quinta-feira

08/11/2019 14h42
Por: Josoel Silvestre
Fonte: RD Foco
Foto: RD Foco/Whatsapp
Foto: RD Foco/Whatsapp

Caminhoneiros de várias cidades do RS e do Brasil estão parados já há 24 horas na ERS 330, Setor Indígena da Estiva em Redentora, onde o bloqueio persiste desde as 16:00 horas de ontem, quinta-feira e que segundo as lideranças indígenas, não vai acabar enquanto o MPF e a PF não tomarem uma atitude tendo em vista os acontecimentos onde um indígena foi morto à tiros e outros três ficaram feridos após confronto no Setor Irapuá na tarde de ontem.

Em vídeo enviado ao site rdfoco, os caminhoneiros pedem ao MPF e a Polícia Federal para que tomem uma posição referente ao caso, pois a situação está se tornando insustentável. Segundo os motoristas, eles estão com cargas com prazo de entrega, precisando trabalhar.  Além do cansaço físico, há ainda o estresse emocional, condições precárias de alimentação, higiene, comunicação difícil com familiares e outros fatos. Eles também falam do descaso das autoridades, que segundo eles, "viraram as costas" para os mesmos. Eles chegam a pedir "Por favor" que o MPF se faça presente no local, para negociar com os indígenas, dar uma posição quanto as atitudes que serão tomadas em relação a morte do jovem e apaziguar os ânimos.

Os caminhoneiros ainda disseram que já estão apoiando a causa, uma vez que algo precisa ser feito para que a violência na TI Guarita de um basta.

AS lideranças indígenas, ainda salientam que as autoridades não estão fazendo caso da situação, e que essa atitude de bloquear completamente a rodovia foi uma necessidade, tendo em vista a vida que foi perdida, e que só assim, com essa protesto, talvez o MPF tome uma posição concreta. Os indígenas ainda pedem justiça pela morte do jovem, e querem a prisão dos culpados.

  • Caminhoneiros parados há um dia no bloqueio da ERS 330 pedem ajuda ao MPF
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.