RD Online
Nacional Gás Redentora
Banner Site
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO
JP Celulares Redentora
CENTER MÓVEIS REDENTORA
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
Marcos Higienização e serviços em geral
Anúncio Rádio RD Online
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Gugui Confecções
UNOPAR VESTIBULAR
ZANY DECORAÇÕES
Raynet Telecomunicações
Marina Móveis Redentora
Cervejaria da Praça
Macali Brasil
Lavacar e Borracharia do Juarez
METALÚRGICA PORTELA
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
Via Tec telecom
UNOPAR INFE
DESAFIO SOB FOGO

Gaúcho participa da nova temporada de "Desafio sob Fogo", reality de produção de armas

Daniel Jobim defende o bicampeonato sulista, a partir desta quinta-feira, em atração do History

19/11/2019 14h17
Por: Gilmar Machado
Fonte: Gaúcha ZH
Daniel Jobim, nascido em Porto Alegre e morador de Nova Petrópolis, é cuteleiro há 13 anos Divulgação / History
Daniel Jobim, nascido em Porto Alegre e morador de Nova Petrópolis, é cuteleiro há 13 anos Divulgação / History

No ano passado, Tom Silva comprovou que a cutelaria tem tudo a ver com os gaúchos ao vencer a primeira temporada de Desafio sob Fogo: América Latina, reality show do canal pago History que coloca oito ferreiros latinos para produzir diferentes tipos de armas. A partir desta quinta-feira (26), cabe a Daniel Jobim, 41 anos, defender o bicampeonato sulista em nova fase do programa. O vencedor leva US$ 10 mil.

As batalhas serão formadas por ferreiros de México, Argentina, do país convidado Espanha e por Daniel, o único representante brasileiro. Semanalmente, os candidatos serão desafiados a forjarem armas como o kukri nepalês, a faca belduque, o machado Francisca e o punhal Dirk escocês.

Em entrevista ao GaúchaZH por telefone, Jobim conta que ministra cursos de cutelaria e sempre fala que o mandamento básico é “fazer cada ferramenta bem-feita”, independente do tempo necessário. O maior desafio dentro do programa é basicamente o oposto:

— Lá dentro é questão de saber lidar com a saída da zona de conforto, em um curto período de tempo. A dificuldade é saber lidar consigo mesmo — acredita Jobim, nascido em Porto Alegre e morador de Nova Petrópolis.

Preparação

No episódio de estreia, por exemplo, os ferreiros recebem uma chave inglesa para criar uma faca de sobrevivência e terão 10 minutos para desenhá-la e seis horas para forjá-la. Depois, o júri de especialistas aplicará um teste de resistência para as facas, golpeando-as contra um trilho de trem.

As gravações foram realizadas em maio, na Cidade do México, em nove dias. Cuteleiro há 13 anos, Daniel confiou em sua experiência para encarar o reality. Ele tem uma produção artesanal média de quatro peças personalizadas por mês, direcionada sobretudo para cozinheiros, colecionadores e diferentes pessoas que se interessam pela arte.

Sua principal demanda é pela tradicional faca gaúcha, peça multiuso que serve tanto como ferramenta em churrascos quanto em lides do campo, como cortar mato e aramado.

— Todo gaúcho tem uma faca na cintura, e acredito que ele seja o mais ligado culturalmente à arte da cutelaria. Sou suspeito para falar (risos), pois temos os melhores cuteleiros do país por aqui, essa tradição é nossa — finaliza o candidato.

Desafio sob Fogo: América Latina

2ª temporada

Quintas-feiras, 23h, no History

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.