RD Online
Nacional Gás Redentora
ZANY DECORAÇÕES
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Macali Brasil
Gugui Confecções
Marcos Higienização e serviços em geral
Banner Site
Cervejaria da Praça
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
UNOPAR VESTIBULAR
JP Celulares Redentora
POLO UNOPAR REDENTORA
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
Via Tec telecom
Lavacar e Borracharia do Juarez
Marina Móveis Redentora
Anúncio Rádio RD Online
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
METALÚRGICA PORTELA
CENTER MÓVEIS REDENTORA
Raynet Telecomunicações

Mais um município gaúcho é vítima de golpe de estelionatários e tem R$ 332 mil surrupiados de suas contas

Um golpe idêntico já havia sido registrado em Mormaço, distante 100 KM de Pontão

03/12/2019 08h24
Por: Josoel Silvestre
Fonte: G1 RS
Foto: Agência RBS
Foto: Agência RBS

A Prefeitura de Pontão, no Norte gaúcho, pediu para o Banco do Brasil bloquear suas contas após perceber transferências desautorizadas de R$ 332.084 na última sexta-feira (30). Com isso, 262 servidores municipais ficaram sem receber os salários referentes ao mês de novembro.

Após verificar várias movimentações irregulares ocorridas na quinta e na sexta, a própria instituição bancária comunicou o Tesouro municipal. Com a confirmação de que não haviam feito nenhuma transferência, foi pedido o bloqueio imediato das contas.

No mesmo dia, a prefeitura registrou a ocorrência na delegacia de Ronda Alta por desconfiar da atuação de hackers. Foi assinado pelo prefeito Nelson José Grasselli, ao mesmo tempo, um pedido de reposição de recursos pelo banco.

Nesta tarde, ele convocou uma assembleia com os servidores para explicar por que não foi depositado o salário no dia 30 e garantir que o pagamento da folha será feito nesta semana.

“Vamos fazer os repasses independentemente dos recursos. Temos o costume de, nos primeiros 20 dias do mês, pagar os fornecedores, e nos últimos dias, para os servidores. Vamos deixar de usar para os fornecedores”, explica Grasselli.

O dinheiro desviado vinha de repasses do governo federal. Como a prefeitura deve receber repasses do governo estadual, como o ICMS, pelo Banrisul, os salários devem ser regularizados ainda esta semana.

“Legalmente, temos até o dia 5 [para quitar a folha salarial], mas sempre pagamos antes, no último dia útil do mês. Temos esse costume. Não falha. Fizemos a assembleia para falar as medidas que foram tomadas e para que não fique uma distorção dos fatos.”

A professora Cleci Machado comenta que a situação a deixou surpresa:

“É uma sensação de indignação, na verdade, porque ninguém tem o direito de tirar o que não é. É triste, né!?”, lamenta.

A investigação foi transferida para a 2ª Delegacia de Polícia de Passo Fundo.

Nos mesmos dias, houve um caso parecido em Mormaço, a cerca de 100 km ao Sul de Pontão. O secretário da Fazenda municipal desconfiou de movimentações irregulares e pediu ao banco para suspender as contas da prefeitura.

O desfalque foi de cerca de R$ 233 mil. Neste caso, entretanto, havia fundos para os pagamentos de dezembro, e o prefeito Rodrigo Trindade assegura que todos as quitações foram feitas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.