RD Online

WhatsApp

55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413

UNOPAR VESTIBULAR
POLO UNOPAR REDENTORA
Macali Brasil
Anúncio Rádio RD Online
Raynet Telecomunicações
Nacional Gás Redentora
Lavacar e Borracharia do Juarez
METALÚRGICA PORTELA
Banner Site
Marcos Higienização e serviços em geral
Cervejaria da Praça
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Via Tec telecom
JP Celulares Redentora
CENTER MÓVEIS REDENTORA
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Gugui Confecções
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO
ZANY DECORAÇÕES
Marina Móveis Redentora
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR

Preso homem suspeito de matar ex-companheira com um tiro na cabeça em Arroio do Sal

04/12/2019 14h34
Por: Ryan Silvestre
Fonte: G1 RS
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

O homem, de 25 anos, suspeito de matar a ex-companheira, de 24, com um tiro na cabeça, em Arroio do Sal, no Litoral Norte, foi preso na tarde terça-feira (3) após se apresentar, junto com um advogado, na Delegacia de Torres. O crime aconteceu na madrugada de sábado (30).

O suspeito preso foi encaminhado para a Penitenciária Modulada Estadual de Osório, informou ao G1 o delegado Regional do Litoral Norte, Heraldo Guerreiro.

"Ele reservou-se ao direito de permanecer calado, só manifestando-se em juízo. A autoria está devidamente comprovada, visto ter sido na presença da irmã da vítima", explicou o delegado.

Segundo informações da Brigada Militar, o homem tem antecedentes por lesão corporal, homicídio, furto, ameaça, tentativa de violação de domicílio, posse de entorpecentes e por fazer motim em presídio.

De acordo com o comissário de polícia Elvio Carlos Boch, Ingrid Priscila Almeida Marques deixou a casa em que morava com o ex na quarta-feira (27), e foi morar com a família em Caxias do Sul, na Serra.

Na sexta (29), ela voltou ao local, com uma irmã e a filha de um ano do casal, para buscar roupas que ficaram na residência. Ingrid e o suspeito discutiram, segundo testemunhas. A mulher entrou na casa com a criança, e a irmã ficou do lado de fora. Foi nesse momento que o homem deu um tiro na cabeça da vítima.

A irmã contou à polícia que entrou na residência e teria ouvido o suspeito dizer "o que eu fiz". Em seguida, ele pegou a criança e a levou até a casa de familiares, e fugiu. Desde então o homem estava sendo procurado pela polícia.

O corpo de Ingrid foi levado ao Departamento Médico Legal de Osório. Ela tinha outros dois filhos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.