RD Online
UNOPAR VESTIBULAR
Nacional Gás Redentora
CENTER MÓVEIS REDENTORA
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
METALÚRGICA PORTELA
Móveis Rústicos do Nego Claudio
UNOPAR INFE
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO
Via Tec telecom
Gugui Confecções
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Marina Móveis Redentora
Macali Brasil
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
Anúncio Rádio RD Online
Banner Site
JP Celulares Redentora
Gráfica Modelo
Raynet Telecomunicações
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Cervejaria da Praça
BAILE BENEFICENTE - HOSPITAL SANTO ANTÔNIO

Nova fase da Lava Jato investiga repasses do grupo Oi para empresa de filho de Lula

São cumpridas 47 ordens de busca e apreensão.

10/12/2019 09h00
Por: Josoel Silvestre
Fonte: G1
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta terça-feira (10) 47 mandados de busca a apreensão na 69ªfase da Operação Lava Jato que investiga repasses do grupo Oi/Telemar para uma empresa de um dos filhos do ex-presidente Lula.

A ação foi batizada de Mapa da Mina e é um desdobramento da 24ª etapa da Lava Jato, em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi levado a depor. Na ocasião, a defesa negou envolvimento em irregularidades, e o ex-presidente disse ter se sentido um "prisioneiro".

A operação desta terça investiga os crimes de corrupção, tráfico de influência e lavagem de dinheiro que, segundo as investigações, era feita por meio de contratos de operadoras de telefonia, internet e TV por assinaturas atuantes no Brasil e no exterior.

De acordo com a Polícia Federal (PF), o montante dos repasses apurado até o momento chega a R$ 193 milhões, realizados entre 2005 e 2016.

As buscas são realizada em São Paulo, no Rio de Janeiro, na Bahia e no Distrito Federal. A 69ª fase da Operação Lava Jato autorizada pela 13ª Vara Federal de Curitiba.

Mapa da Mina

O nome desta etapa da operação, segundo a PF, foi retirado de arquivo eletrônico de apresentação financeira interno do grupo econômico. Esse material foi apreendido na 24ª fase da Lava Jato.

O arquivo indicava como “mapa da mina” as fontes de recursos provenientes da maior companhia de telefonia investigada, conforme a PF.

  • Nova fase da Lava Jato investiga repasses do grupo Oi para empresa de filho de Lula
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.