RD Online
UNOPAR VESTIBULAR
Via Tec telecom
Móveis Rústicos do Nego Claudio
Gugui Confecções
Macali Brasil
Marina Móveis Redentora
JP Celulares Redentora
Cervejaria da Praça
Anúncio Rádio RD Online
Gráfica Modelo
Agenda Comércio de Bebidas Vigne e Oliveira
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO
ZANY DECORAÇÕES
UNOPAR INFE
BAILE BENEFICENTE - HOSPITAL SANTO ANTÔNIO
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Raynet Telecomunicações
Nacional Gás Redentora
Banner Site
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
CONVITE RODEIO BRAGA
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
METALÚRGICA PORTELA
CENTER MÓVEIS REDENTORA

Professor de capoeira de Soledade morre ao cair de penhasco no Morro das Furnas, em Torres

Homem teria se desequilibrado ao tentar jogar uma rosa no mar

14/01/2020 12h40Atualizado há 5 dias
Por: Josoel Silvestre
Fonte: Gaúcha ZH
Professor desequilibrou-se no topo de morro em Torres. Foto: Tadeu Vilani / Agência RBS
Professor desequilibrou-se no topo de morro em Torres. Foto: Tadeu Vilani / Agência RBS

O professor de capoeira Juliano Pinto, 45 anos, morreu ao cair do topo da Torre do Meio, no Morro das Furnas, em Torres, no Litoral Norte, no início da manhã desta terça-feira (14). Seu corpo foi localizado sobre as pedras, próximo ao mar. A identificação foi confirmada pouco antes do meio-dia pelo delegado Juliano Aguiar, da Delegacia de Polícia de Torres. 

O local faz parte do complexo do Parque da Guarita, entre as praias da Cal e da Guarita. 

Os bombeiros do município foram acionados por volta das 8h por turistas que pediram socorro para a vítima, que realizava um passeio com um grupo, desequilibrou-se e caiu.

Segundo o secretário de turismo de Torres, Fernando Neri, o homem era um turista que estava em uma excursão que partiu de Soledade:

— Os amigos disseram que ele tentou atirar uma rosa no mar, mas como tem problemas no joelho, escorregou e caiu, morrendo no local.

A excursão partiu de Soledade, à 1h, chegando a Torres pouco antes das 7h. De acordo com o motorista, Vagner José Longo, da empresa Corbelini Turismo, 45 pessoas chegaram à praia.

— Ficaríamos sete dias aqui, com casa alugada e tudo. Mas, com essa tragédia, a excursão foi cancelada. Assim que a polícia liberar, vamos embora — explica o condutor, de 38 anos. 

Merendeira em escolas municipais de Soledade, Rosenir Paixão, 39 anos, afirma que o professor organiza excursões anuais ao morro.

— Era um ritual. Ele sempre foi parceiro nosso. 

O acesso ao Parque da Guarita, que chegou a ser fechado, foi liberado para turistas às 11h15min. 

  • Professor de capoeira de Soledade morre ao cair de penhasco no Morro das Furnas, em Torres
  • Professor de capoeira de Soledade morre ao cair de penhasco no Morro das Furnas, em Torres
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.