RD Online
CONVITE RODEIO BRAGA
UNOPAR VESTIBULAR
Banner Site
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA
Cervejaria da Praça
Gugui Confecções
Via Tec telecom
TELE ENTREGA DE GÁS E BEBIDAS DO JAIRO
Móveis Rústicos do Nego Claudio
Agenda Comércio de Bebidas Vigne e Oliveira
METALÚRGICA PORTELA
Marina Móveis Redentora
UNOPAR INFE
JP Celulares Redentora
JL MÓVEIS E ESQUADRIAS REDENTORA
Anúncio Rádio RD Online
ZANY DECORAÇÕES
Raynet Telecomunicações
C-TEC ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA 2
BAILE BENEFICENTE - HOSPITAL SANTO ANTÔNIO
CS CLIMATIZAÇÃO EM TENENTE PORTELA
Macali Brasil
Gráfica Modelo
Nacional Gás Redentora
CENTER MÓVEIS REDENTORA
PADARIA E CONFEITARIA DOCE SABOR

PRF apreende cerca de R$ 3 milhões em cigarros contrabandeados na BR-163

16/01/2020 14h42
Por: Ryan Silvestre
Fonte: Agência PRF
Fotos e vídeo: PRF
Fotos e vídeo: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 600 mil carteiras de cigarros contrabandeados do Paraguai em Guaíra, na manhã desta quinta (16). Após perseguição, motorista foi preso em flagrante por contrabando. Caminhão utilizado era “clonado”.

Por volta das 9 horas, agentes da PRF deram ordem de parada a um motorista de um bitrem na BR-163, em Guaíra. O motorista desobedeceu a ordem e fugiu, sendo que durante todo o trajeto da fuga em horário de alto fluxo de veículos, o condutor manobrou perigosamente, jogando o caminhão sobre a viatura da PRF, tentando fechá-la ou jogá-la contra outros veículos. E ainda,  transitou pela contramão de direção, obrigando os outros veículos que vinham em sentido contrário a manobrar para o acostamento.

Próximo à UPA de Guaíra, dentro do município, o motorista abandonou o caminhão e fugiu à pé, sendo detido no interior de um comércio, resistindo violentamente à detenção.

No bitrem, os policiais encontraram cerca de 600 mil carteiras de cigarros contrabandeados do Paraguai, avaliados em cerca de R$ 3 milhões. O motorista, de 47 anos, morador de Tatuí (SP), disse aos agentes que retirou o caminhão em Mundo Novo (MS) e entregaria em Santos (SP). O caminhão, bem como os dois semirreboques, transitava com as placas “clonadas”.

Diante dos fatos, o motorista, o caminhão e os cigarros foram encaminhados para a Polícia Federal em Guaíra, para o registro dos crimes de desobediência, resistência à prisão, adulteração de identificação de veículo e contrabando e da contravenção penal de direção perigosa.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.