Rádio Seven Online
RD Foco
Via Tec telecom
ÁGUA AZULADA

VAZAMENTO DE PRODUTOS QUÍMICOS DEIXA ÁGUA AZULADA NO ARROIO ESTÂNCIA VELHA.

Além de receber multa pelo dano ambiental, a empresa foi lacrada pela Fepam por não possuir licença de operação.

11/09/2018 18h20
Por: Gilmar Machado
Fonte: Catarina Gomes/Ascom Fepam
 Foto: Divulgação/Fepam
Foto: Divulgação/Fepam

Técnicos da Divisão de Emergências Ambientais da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) suspenderam as atividades de uma empresa que provocou o vazamento de produtos químicos no Arroio Estância Velha enquanto realizava a limpeza de bombonas.

A sede da empresa de lavagem e recuperação de bombonas fica na esquina das ruas Antônio Kolling e Adolfo Otto Koch, no bairro das Rosas, em Estância Velha. O dano ambiental aconteceu no final da manhã desta terça-feira (11).

Além de receber multa pelo dano ambiental, a empresa foi lacrada pela Fepam por não possuir licença de operação. Anteriormente, a mesma empresa já havia solicitado licença de regularização, após ter tido suas atividades suspensas por falta de licença ambiental. A regularização não foi dada por falta de condições adequadas.

O vazamento já foi controlado e os técnicos da Fepam orientaram para que fosse realizada a sucção dos produtos que restavam dentro do tanque de lavagem a fim de assegurar que o dano ambiental não fosse ampliado. Até o momento não foi possível apurar o volume vazado.

Conforme o engenheiro químico Vilson Trava Dutra Filho, é provável que tenha ocorrido uma infiltração no sistema de secagem utilizado pela empresa, provocando o vazamento de borra de tinta e outros produtos químicos que escoaram e acabaram atingindo não só o Arroio Estância Velha, como o Arroio Portão, devendo chegar ainda ao Rio dos Sinos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.